Festas de Nossa Senhora dos Remédios – 2017 – Lamego

24 de agosto a 09 de setembro 

Em setembro assista às Festas de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego, e não perca a Procissão do Triunfo, o momento mais simbólico do evento.

Durante esta Procissão a Senhora dos Remédios é transportada por uma junta de bois, tornando Lamego o único local do mundo católico em que uma imagem da Virgem é transportada por animais.

Santuário de Nossa Senhora dos Remédios

Prespectiva histórica

A devoção popular no local remonta a uma capela, sob a invocação de Santo Estevão, erguida em 1361.

No século XVI, ameaçando ruína, foi demolida (1568), iniciando-se a construção de um novo templo, por iniciativa do bispo de Lamego. Na nova ermida foi depositada uma imagem da Virgem com o Menino.

Com o passar do tempo, a devoção a Santo Estevão diminuiu, substituída pela devoção à Virgem. A devoção dos que a ela recorriam em busca de alívio para as doenças deu origem, por sua vez, à devoção a Nossa Senhora dos Remédios.

O atual santuário foi principiado em 1750, e concluído apenas em 1905.

O templo apresenta, em sua fachada, traços do estilo barroco e rococó (“rocaille”). A fachada é ladeada por torres sineiras. Em sua construção foi empregada a pedra de granito.

Em seu interior, destacam-se o altar-mor com a imagem da Nossa Senhora dos Remédios esculpida em madeira, e três vitrais com as imagens de Nossa Senhora da Conceição, do Sagrado Coração de Jesus e da Anunciação.

Os dois altares laterais são dedicados aos pais da virgem (São Joaquim e Santa Ana). Numa das paredes do santuário encontram-se painéis de azulejos com cenas da vida da Virgem.

No exterior destaca-se o escadório monumental de acesso ao santuário, com 686 degraus, desenvolvendo-se em nove lances, ornamentados com capelas, estátuas, fontes e obeliscos. Num desses patamares – o chamado “Pátio dos Reis” -, destacam-se as imagens de dezoito reis de Israel, pertencentes à árvore genealógica da Virgem. Na base do escadório encontram-se quatro figuras alusivas às quatro estações do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verificação * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.