Universidade de Coimbra: Património Mundial da Humanidade

Universidade de CoimbraA Universidade de Coimbra (UC) foi classificada Património Mundial da Humanidade pelo comité da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO)

A Universidade de Coimbra é uma das mais antigas da Europa. Fundada em Lisboa por D. Dinis em 1290, foi definitivamente transferida para Coimbra em 1537, vindo a ocupar os edifícios do Paço Real Medieval. Durante os reinados de D. João V e D. José I, a instituição sofreu grandes reformas, não só a nível do ensino, mas também no que respeita à construção de novos edifícios de estilo barroco e neo-clássico.

Locais de visita:

– Biblioteca Joanina

– Prisão Medieval e Académica

– Sala de Armas

– Sala dos Capelos

– Sala do Exame Privado

– Capela de S. Miguel

– Torre da Universidade

Biblioteca Joanina:A construção iniciou-se em 1717, sob a égide de D. João V e é a mais famosa biblioteca em Portugal, devido ao seu estilo único. No piso superior, a biblioteca é composta por três salas, comunicantes por arcos decorados em madeira policromada, idênticos à estrutura do portal. As paredes estão cobertas por estantes lacadas de vermelho, verde escuro e nergro, com decorações em chinoiserie dourada. Ao gosto barroco, os tectos estão ornamentados com decorações de ilusão óptica. Os mais de 300 mil volumes que encerra esta “Casa da Livraria”, distribuem-se desde o século XII ao século XVIII, sobressaindo  exemplares que versam sobretudo sobre áreas como o direito (civil e canónico), a teologia e a filosofia.

Capela de S. Miguel: As obras da construção da Capela de S. Miguel iniciaram-se em 1517, sob a direcção do arquitecto Marcos Pires. A fachada mostra uma porta em estilo manuelino, com acesso lateral através de uma porta neoclássica. No interior, é possível admirar um imponente órgão barroco de 1733, decorado em talha e chinoiserie ao estilo D. João V. As paredes da nave são revestidas de azulejos de tipo tapete, do século  XVII, e do século XVIII os da capela-mor. O retábulo principal (1605) é um trabalho maneirista.

Prisão Medieval e Académica : Tendo a Universidade um foro próprio, era natural que a instituição dispusesse de um local de cárcere para os escolares condenados no âmbito desse direito privado. Assim, o cárcere situava-se (desde 1782 até à extinção do foro em 1832) no piso inferior da Casa da Livraria, sendo composto por pequenas salas abobadadas, duas das quais de estrutura medieval, sem luz directa e que os frequentadores forçados consideravam insalubres.

Sala das Armas: A Sala das Armas fazia parte da ala real do antigo paço. Alberga a panóplia das armas (alabardas) da Guarda Real Académica, que ainda hoje são utilizadas pelos Archeiros (guardas) nas cerimónias académicas solenes.

Sala dos Capelos: É nesta sala que actualmente têm lugar as mais importantes cerimónias académicas, designadamente os Doutoramentos solenes, “honoris causa”, Investidura do Reitor e Abertura Solene das Aulas. Inicialmente, foi a sala do trono do Palácio Real de Coimbra. Na  segunda metade do séc. XVII foi remodelada, tendo ficado com o aspecto actual. No começo do séc. XVIII, as coberturas foram renovadas e as paredes superiores decoradas com telas que representam todos os reisde Portugal, enquanto o lambril foi coberto com azulejos do tipo tapete, fabricados em Lisboa. O tecto, apainelado, com decoração de grinaldas e grotescos pintados, exibe a data de 1655.

Sala do Exame Privado : A sala onde, até à segunda metade do século XIX, se realizava o exame privado (que antecedia o doutoramento), reformada nos anos de 1701/ 1702, apresenta os retratos dos reitores dos séculos XVI a XVIII. No tecto, como nas sobreportas, vêem-se os emblemas das Faculdades. O lambril de azulejos de albarrada, azuis e brancos, são de feitura conimbricense do século XVIII.

Torre da Universidade: Este monumento é aquele que melhor ilustra a Universidade e melhor representa a vida universitária. O seu relógio contou o tempo dos estudos, da vida e da juventude dos que por Coimbra fizeram a vida. Foram os seus sinos, ao longo do tempo, que marcaram o ritmo e o ritual do estudante, o tempo do descanso e o tempo do estudo. As obras de construção da actual torre, conduzidas por Gaspar Ferreira, tiveram início a 17 de Abril de 1728 e culminaram em Julho de 1733. Foi da corte de D. João V que nasceu o projecto. Do cimo da Torre da Universidade é possível desfrutar de uma magnífica visão panorâmica sobre toda a cidade de Coimbra.

Horários: 1 de Novembro até 25 de Março 2ª a 6ª feira Loja: 9h00 às 17h00 Circuito Turístico: 9h30 às 13h00 e da 14h00 às 17h30

Fim-de-semana Loja: 10h00 às 16h00 Circuito Turístico: 10h30 às 16h30

Observações A 1º visita da Biblioteca Joanina é durante a semana às 9h40 (fins de semana 10h40) e a ultima às 17h00 (fins de semana 16h00)

26 de Março a 31 de Outubro Loja: 8h30 às 19h00 Circuito Turístico: 9h às 19h30

Encerra 25 de Dezembro e 1 de Janeiro.

 

Preços: Bilhete Paço das Escolas: 7€ / Pax Bilhete Paço das Escolas +Torre: 10 €/Pax Ambos bilhetes incluêm visita à Sala dos Capelos, Sala do Exame Privado, Sala das Armas, varanda panorâmica, Biblioteca Joanina (piso nobre e intermédio), Capela de S. Miguel e Prisão Académica.    Preço com desconto: 5,50€ / Pax Estudantes de todos os graus de ensino, nacionais ou estrangeiros; Maiores de 65 anos.

Crianças até aos 12 anos : Isentos de Pagamento ( Paço das Escolas )

Autocarro: 1A, 34, 103

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Verificação * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.